Dando um tapa na cara da tristeza

DSC03910

Oi gente. Bom, essa semana não esta sendo a melhor da minha vida. Na verdade, 2013 não foi meu melhor ano, foi um ano dificílimo, com muitas mudanças, muitas dores, aprendi muito, cai muito, chorei tanto, tanto, que às vezes pensava que não restava mais água no meu corpo, que tudo tinha virado lágrima. Mas de repente, uma coisinha, uma coisa tão tão tão simples me fazia sorrir, me fazia chorar, só que dessa vez de felicidade. Aprendi em 2013 a ri e ser feliz com o pouco, aprendi a valorizar a beleza de uma gota de chuva, a grandiosidade do sol, o presente que é um abraço, o sabor doce de um beijo, aprendi a guardar no fundo do meu coração cada palavrinha mágica que lia em um livro. Aprendi a receber sorrisos e dá-los de presente. Estive durante todo o ano lutando contra a tristeza que tentava me derrubar, às vezes era quase nocauteada, mas sempre (graças a Deus) eu conseguia me levantar. Essa semana eu tive uma das piores lutas, pensei muitas vezes em desistir, cheguei a abraçar o chão, achando que aquele seria de agora em diante meu lugar, mas hoje pela manhã senti meu peito arder em chamas de esperança. Percebi que era mais forte que a tristeza, eu sairia dessa luta dolorida e cheia de machucados, mas eu iria sair vitoriosa. Dei um pulo da cama nessa manhã decidida que faria dos meus últimos dias de 2013 os melhores. Decidi deixar toda as coisas ruins de lado e abraçar as boas. É difícil, a cada segundo eu tenho que me beliscar e lembrar: “Lívia, você é maior que as coisas boas e Deus está sempre do seu lado, te dando a mão. Ele não te deixará cair.”.

É delicado e difícil pra eu escrever e falar sobre coisas assim, mas hoje enquanto estava no facebook li uma frase que a Bruna Vieira escreveu: “Só a arte salva nossa alma da solidão. Canta, escreve, toca, pinta, mas não deixa de transformar o que dói em algo bonito. Meu conselho pra vida toda.”. E é isso que estou fazendo agora, transformando minha dor em texto, pegando tudo aquilo que espeta e machuca e transformando em algo bom, algo que me faça respirar de alivio, de dever cumprido. Sou humana, sou falha, e acho importante compartilhar coisas assim no blog, porque o que adianta eu sempre aparentar ser uma pessoa hiper feliz, sem nenhum problema se na realidade NINGUÉM é assim. Quando tive a vontade de me tornar blogueira, queria que isso você minha vida, e não somente a parte boa da minha vida. Quero que vocês saibam que aqui eu compartilho sim minha felicidade, principalmente porque vocês são parte da minha felicidade (os leitores que sempre me fazem sorrir com comentários maravilhoso), e também compartilho as coisas não tão boas, porque sei que vocês vão me aceitar, sendo falha, tristonha e muito mais.

Bom, eu tava cheia, estava estourando e escrever foi o único jeito e eliminar tudo que estava dentro de mim. A Bruna tem razão, não há nada melhor que transformar a dor em algo bonito. Obrigado! Obrigado por estarem sempre aqui me acompanhado. Vocês são os melhores leitores do mundo!

xoxo

Picture2

Um comentário sobre “Dando um tapa na cara da tristeza

Comenta ae...

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s